Publicidade

Notícias de saúde

Pessoas instáveis sofrem mais do coração

28 de novembro de 2006 (Bibliomed). A doença cardíaca é uma causa importante de morte para os homens e mulheres em todo o mundo. Um estudo recente revela que homens que sofrem de raiva, associada a depressão, hostilidade, e/ou ansiedade têm uma maior probabilidade de desenvolver doença coronária.

Isso é o que informam investigadores do serviço de Psiquiatria da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, em um estudo publicado na revista Psychosomatic Medicine, em sua edição on-line.

A depressão, a raiva, a hostilidade, e a ansiedade têm sido associadas, de forma isolada, a uma maior probabilidade de desenvolver doença coronária. Mas essas características tendem a se apresentar em conjunto, segundo os pesquisadores.

No estudo, foram acompanhados 2.105 homens que serviram na força aérea norte-americana durante a Guerra de Vietnã. Em 1985, os veteranos tinham 47 anos, em média, e nenhum deles tinha história de doença cardíaca. Os homens foram submetidos a exames completos do coração e da personalidade naquele ano, e receberam notas por sua depressão, raiva, hostilidade, e ansiedade. Novos exames de check up foram realizados em 1987, 1992, 1997, e 2002.

Os resultados do estudo confirmaram que raiva, ansiedade, depressão, e hostilidade, individualmente, foram preditores de doença coronária. Mas a mistura dessas características, refletida na pontuação de cada um dos homens, resultou em um fator preditor ainda mais poderoso para a doença cardíaca.

Fonte: Psychosomatic Medicine, Nov. 1, 2006. Online edition.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: