Publicidade

Notícias de saúde

Porte de armas aumenta riscos de sofrer violências

12 de Maio de 2005 (Bibliomed). Pessoas que trabalham armadas estão correndo até 7 vezes mais riscos de sofrerem atentados contra suas vidas que trabalhadores cujas atividades são exercidas em locais onde o porte de armas é proibido.

Um estudo publicado nesta semana pelo periódico British Medical Journal revela que muitos empregados de postos de gasolina e mercearias nos EUA têm por hábito trabalhar armados, fator que independentemente aumenta suas chances de ser vitimas da violência em 3 a 7 vezes, quando comparados com trabalhadores que não portam armas e exercem atividades similares.

A afirmação é de Dana Loomis, especialista em epidemiologia responsável pela investigação. Ela acrescenta que o discurso de que as armas são usadas para defesa pessoal precisa ser revisto, já que não são raros os casos de pessoas que, sob o pretexto de defesa, acabam se tornando vitimas da violência.

Fonte: British Medical Journal 2005;330:1043 (7 May)

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: