Publicidade

Notícias de saúde

Nova cirurgia traz esperança para portadores de lesão cerebral

11 de outubro de 2004 (Bibliomed). Durante o 72º Congresso da Associação Americana de Neurocirurgia, realizado em Orlando, Estados Unidos, dois especialistas chilenos apresentaram os resultados de um novo tipo de intervenção cirúrgica: trata-se da cirurgia Neuromotora Periférica Seletiva, uma operação que permite reduzir o grau de espasticidade das extremidades do corpo depois de sofrer algum tipo de dano cerebral, ocasionado primordialmente por acidentes vasculares cerebrais, lesiones cerebrais traumáticas e seqüelas de paralisia cerebral infantil.

A cirurgia, de origem européia, consiste basicamente em intervir no músculo afetado ao nível dos nervos, permitindo que a musculatura saia de seu estado de atrofia e tensão original. No entanto, o êxito da operação está diretamente relacionado com o processo de reabilitação pré-operatório, que permite definir os objetivos a serem atingidos de forma precisa.

Ao finalizar o processo de recuperação inicial, realiza-se no paciente uma prova diagnóstica pré-operatória denominada "Teste de Bloqueio Anestésico Motor", que consiste em infiltrar com anestesia o nervo comprometido. Este teste irá predizer os resultados que poderão ser obtidos com a cirurgia.

Apenas no Chile, onde a pesquisa foi realizada, cerca de 55% das vitimas de acidentes vasculares cerebrais apresentam algum grau de espasticidade em suas extremidades. Além disso, cerca de 80 por cento das pessoas que sofreram um TCE (traumatismo crânio-encefálico) apresentam o mesmo tipo de problema.

Fonte: Buena Salud

Copyright © 2004 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: