Publicidade

Notícias de saúde

Doenças cardiovasculares provocam 8,5 milhões de mortes por ano

03 de Outubro de 2003 (Bibliomed). No último domingo, dia 28 de setembro, foi celebrado o "Dia Mundial do Coração" e a Federação Cardíaca Mundial ((WHF - World Heart Federation) se dedicou este ano a alertar sobre os riscos cardíacos na mulher. A razão é que a saúde do coração da mulher não tem sido bem considerada, nem pelas próprias mulheres nem pelos profissionais médicos, expressou um comunicado da organização.

Tendo como base o tema "Um coração para viver", várias organizações em mais de 90 países realizaram eventos de todos tipos no Dia Mundial do Coração. Como primeira instância se destacou que os problemas cardiovasculares provocam 8 milhões e meio de mortes femininas todos os anos; existe, porém, a desconfiança que possa existir uma proporção ainda maior de mortes por esta causa.

As mulheres que fumam e usam pílulas anticoncepcionais contam com um fator de risco adicional: fumar até 15 cigarros diários e usar anticoncepcionais aumenta o risco cardiovascular entre três e cinco vezes; mulheres que fumam mais do que 15 cigarros por dia e usam anticoncepcionais apresentam risco cardiovascular vinte vezes maior.

O diabetes de tipo 2 é considerado como um fator de risco cardiovascular de primeiro grau, sendo ainda mais sério entre as mulheres.

A inatividade física também está associada às doenças cardiovasculares: a falta de exercícios físicos duplica o risco cardiovascular, além de aumentar em 30% a possibilidade do surgimento de hipertensão arterial.

A obesidade é um problema sério entre as mulheres: a hipertensão, o diabetes, e o aumento do colesterol são de duas a seis vezes mais freqüentes entre as mulheres com sobrepeso.

Finalmente, existe uma associação entre as doenças cardiovasculares e as situações de estresse psicológico entre as mulheres.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: