Publicidade

Notícias de saúde

Estimule seu cérebro e comece a rir

09 de Setembro de 2003 (Bibliomed). Embora o riso e o humor tenham estado presentes na humanidade por milhares, se não milhões de anos, o seu estudo sistemático só começou recentemente. Investigações nos correlações neurológicas do riso permanecem ocasionais. Mas existem relatos de pacientes acordados, submetidos à estimulação localizada do cérebro, que demonstravam a ocorrência do riso ao serem estimulados determinados locais específicos.

Em artigo publicado esta semana na revista Brain uma revisão completa do assunto é realizada, com a maioria dos estudos que foram publicados durante as últimas duas décadas. Empregando os métodos clássicos de neurologia, regiões do cérebro associadas com o riso patológico (ou seja, causado por doenças neurológicas) foram determinadas e catalogadas, juntamente com outros sinais e sintomas de diferentes condições, como a epilepsia, acidentes vasculares cerebrais.

Para sumarizar os resultados de diferentes estudos, o riso parece depender de duas vias neurais independentes – a primeira dela seria involuntária, desencadeada por emoções; a segunda seria uma via voluntária. Estes sistemas parecem ser coordenados por um centro coordenador do riso, em uma região do cérebro chamada de amígdala.

Quanto ao humor, parece que múltiplas regiões do cérebro se encontram envolvidas, e assim não se tem um processo tão claro, capaz de alterar os estados de humor, quanto no caso do riso.

O estudo poderia nos levar a prever um futuro quando, para ficarmos alegres e começarmos a rir, nos bastaria tomar um medicamento que estimulasse o cérebro para nos fazer rir.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: