Publicidade

Notícias de saúde

Consumo de chá não diminui a incidência de doenças cardiovasculares

13 de Agosto de 2003 (Bibliomed). Os estudos epidemiológicos sugerem que a ingestão de chá preto, uma importante fonte dietética de flavonóides, possa estar associada a um risco diminuído de doenças cardiovasculares.

Pesquisadores das universidades americanas de Harvard e Stanford acompanharam prospectivamente 17.228 pessoas (idade média de 59,5 anos) inicialmente não-portadoras de doença cardiovascular e de câncer, e que participavam do College Alumni Health Study. Os participantes forneceram relatórios pessoais acerca de sua situação clínica basal, do consumo do chá (xícaras/dia) e de fatores de risco coronário.

O novo estudo, publicado ontem na revista International Journal of Epidemiology, teve um seguimento médio de 15 anos. Neste período, ocorreram nestas pessoas 3.372 casos de doença cardiovascular, 2.615 casos de doença coronária, e 757 casos de acidente vascular cerebral.

No geral, o consumo médio de chá foi de uma xícara ao dia. Os autores não observaram mudanças no risco para as três doenças, ao relacioná-las ao consumo do chá.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: