Publicidade

Notícias de saúde

Fabricantes de cigarros suspeitos de manipular os níveis de nicotina

01 de Agosto de 2003 (Bibliomed). A nicotina de algumas marcas de cigarros é mais forte do que a de outras; isto é o que concluiu um estudo realizado na Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, nos Estados Unidos, e divulgado esta semana em artigo publicado na revista Chemical Research in Toxicology.

Segundo o estudo, foi analisado o fumo de 11 marcas de cigarros para detectar uma forma específica de nicotina chamada "base livre", que passa rapidamente para a corrente sanguínea ao ser inalada. A forma "base livre" da nicotina ocorre naturalmente, mas algumas variedades de tabaco contêm mais do que outras. Os níveis de ácido da nicotina determinam em grande parte a rapidez com que ela é absorvida. A nicotina "base livre" é muito menos ácida do que outras formas do alcalóide e chega por isso ao cérebro mais rapidamente.

Os resultados levam a suspeita de que os fabricantes de cigarros misturam variedades de tabaco para manipular a potência da nicotina e aumentar as vendas. A indústria do tabaco alega que a mistura do tabaco somente é feita para melhorar o seu sabor, e não para aumentar a potência da nicotina.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: