Publicidade

Notícias de saúde

EUA mantém no mercado implantes mamários salinizados, apesar dos riscos

WASHINGTON, 11 mai (AFP) - A agência federal americana encarregada do controle de produtos alimentícos e farmacêuticos (FDA) decidiu manter no mercado os implantes mamários feitos à base de água salinizada, apesar das "complicações e do alto índice de fracassos", segundo um comunicado.

Os implantes em questão são fabricados pelos grupos americanos McGhan Medical e Mentor, com sede na Califórnia. A FDA acrescentou, no entanto, que ambos devem informar às candidatas ao implante dos riscos que correm.

"Com a informação disponível, as mulheres e seus médicos tomarão decisões com maior conhecimento, avaliando os riscos e vantagens", disse uma responsável da FDA, Jane Henney.

Os implantes, que são feitos à base de silicone com água salina esterilizada, foram aprovados para serem usados por mulheres a partir dos 18 anos.

A FDA indica conhecer as complicações associadas a este produto, como a infecção, aspereza da pele que cerca o implante e os vazamentos de líquido.

Para outro responsável da FDA, David Feigal, "fica claro, depois dos estudos, que existe um número importante de mulheres que, ao usar este implante, necessitarão de cirurgia adicional em algum momento para retirar ou substituir seus implantes devido às complicações".

"As mulheres devem compreender que os implantes mamários não duram toda a vida", concluiu Feigal.

Agence France-Presse

COPYRIGHT 2000 Agence France-Presse. All rights reserved.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: