Publicidade

Notícias de saúde

Consumo de café pode diminuir risco de desenvolver diabetes

13 de Novembro de 2002 (Bibliomed). Puro, capuccino, expresso ou com leite – o café contém micronutrientes e minerais benéficos para a saúde, como magnésio e potássio. De acordo com pesquisadores da Universidade Vrije, em Amsterdã, Holanda, os componentes do café também parecem ajudar o corpo a metabolizar açúcar, diminuindo, com isso, o risco de desenvolver diabetes tipo 2, doença que afeta 130 milhões de pessoas em todo o mundo.

Os cientistas ainda não sabem quais componentes do café estão envolvidos ou como eles funcionam contra a diabete, mas verificaram que quem consome a bebida em maior quantidade tem menos risco de desenvolver a doença. No estudo, aqueles que beberam sete xícaras diárias de café ou mais se mostraram 50% menos propensos a apresentar diabetes. Um número menor de xícaras resultou em um impacto menor.

Os pesquisadores ressaltaram, no entanto, que são necessários mais estudos para confirmar esses resultados. E que as pessoas não devem passar a beber litros de café diariamente, uma vez que pesquisas anteriores já mostraram que beber café excessivamente pode elevar os níveis do colesterol e aumentar o risco de osteoporose em algumas pessoas. “Para a maioria das pessoas, não faz mal beber quantidades moderadas de café. É uma escolha bem pessoal beber ou não café”, disse.

A diabete é uma doença crônica causada por deficiência ou falta de insulina. O excesso de peso é o fator de risco mais comum e evitável da enfermidade. Estima-se que a doença afetará 300 milhões de pessoas até 2025. As descobertas do estudo atual estão publicadas na edição mais recente da revista médica The Lancet.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: