Publicidade

Notícias de saúde

Animais domésticos transmitem doença parasitária

25 de Setembro de 2002 (Bibliomed). Cães e gatos podem transmitir Toxocaríase Humana, doença parasitária que pode levar a sérios problemas de saúde e até ao comprometimento da visão. A solução para o problema está no estabelecimento de uma política pública de controle antiparasitário nos animais pertencentes à comunidade com o problema, no recolhimento de animais vadios e na delimitação e quantificação do problema por meio de inquéritos sorológicos na população e da educação sanitária. Essa é a opinião do ecólogo Francisco Anaruma Filho, que realizou um levantamento em três bairros periféricos de Campinas (SP) para sua tese de doutorado junto ao Instituto de Biologia (IB) da Unicamp.

A pesquisa mostrou que a convivência diária com as fezes de cães e gatos espalhadas pelas vielas é um fator de risco para os moradores de favelas. Mas, Anaruma Filho alertou que o problema do Toxocara não se restringe a áreas de favelas e pode atingir também escolas e creches em que crianças tenham contato direto com solo que esteja contaminado com fezes de cães e gatos parasitados.

A pesquisa foi realizada em 1999 e 2000, nos bairros Jardins Campineiro, Santa Mônica e São Marcos, onde vivem 5 mil pessoas. Anaruma visitou 40 famílias, e 138 moradores fizeram coletas de sangue para imunoensaio (Elisa). A ocorrência de infecção humana pelo Toxocara estava presente em 23,9% das amostras no primeiro ano, número que caiu para 20,9% no ano seguinte. As crianças com até 10 anos representaram 66,7% dos casos. Paralelamente, foram colhidas 75 amostras do solo das favelas, que confirmaram índices de 12,3 e 14% de contaminação ambiental por ovos de Toxocara.

A doença

O Toxocara não é um parasita intestinal humano. A contaminação ocorre acidentalmente e o verme fica perdido quimicamente no organismo, provocando a Síndrome da Larva Migrans Visceral ou Ocular. O quadro clínico dos pacientes depende do número de larvas que infectou o indivíduo e da resposta imunológica do hospedeiro. A Visceral provoca febre, alterações pulmonares, palidez e edemas, entre outros sintomas. A Ocular é caracterizada pela presença de larvas ou restos larvários no globo ocular, que causam endoftalmia crônica (lesão que corresponde a 50% dos casos) ou o acometimento da coróide, vítreo e retina e, nos casos mais severos, perda da visão.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: