Publicidade

Notícias de saúde

Uso de vitaminas na gravidez pode proteger bebê contra câncer

03 de Setembro de 2002 (Bibliomed). As mulheres que tomam suplementos de vitaminas e minerais antes e durante a gravidez podem reduzir em até 40% o risco do bebê desenvolver neuroblastoma, um tipo de câncer no sistema nervoso central. Pesquisadores norte-americanos, do Grupo de Oncologia Infantil, em Arcádia, na Califórnia, entrevistaram 538 mulheres com filhos que desenvolveram neuroblastoma antes dos 19 anos sobre o uso de vitaminas e minerais. Elas foram comparadas com 504 mulheres com filhos sem a doença.

Na edição de setembro da revista Epidemiology, os pesquisadores disseram que os estudos apontaram que o uso diário de vitaminas e minerais no mês anterior à gravidez e a cada trimestre foi associado a uma redução de 30 a 40% no risco de neuroblastoma. Os pesquisadores não puderam, no entanto, isolar os efeitos de vitaminas ou minerais específicos e ressaltaram que ainda são necessárias mais pesquisas para avaliar a relação entre o uso de vitaminas por gestantes e o risco de neuroblastoma dos bebês.

Os neuroblastomas são tumores muito malignos que atingem o tecido do sistema nervoso e normalmente são diagnosticados em bebês e crianças pequenas. Os tumores espalham-se rapidamente para os linfonodos, fígado, pulmão e ossos. Segundo o pesquisador Andrew F. Olshan, nos Estados Unidos o neuroblastoma tem uma incidência de 9,1 em um milhão de crianças com menos de 15 anos e é o tumor mais comum em bebês.

O uso regular de vitaminas por gestantes pode trazer outras vantagens. Estudos anteriores já demonstraram, por exemplo, que as vitaminas diminuem o risco de defeitos congênitos, como espinha bífida e fissura palatina.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: