Publicidade

Notícias de saúde

Metade Dos Pacientes Em Hospitais Da África Austral Têm SIDA (Aids)

Maputo, Moçambique - Responsáveis regionais pelos sistemas de saúde dos países da África austral disseram nesta quinta-feira que, dos pacientes de hospitais na região, 50% são soropositivos para vírus da SIDA (AIDS). Os dirigentes estão reunidos em Maputo, capital de Moçambique, para um fórum da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

«Os hospitais dos 14 países-membros estão lidando com um agudo aumento dos casos de HIV, de 8 a 32 por cento, com características epidémicas», disse o chefe do sector de saúde da SADC, Ayanda Ntsaluba, em conferência de imprensa, acrescentando que a SADC e os Estados Unidos - que patrocinam o fórum - concordaram em aumentar os programas de combate a doença, com ênfase nas campanhas de esclarecimento da população. Ayanda sugeriu que os Estados Unidos tornassem os remédios anti-SIDA, e a tecnologia médica contra a doença, o mais acessíveis aos países da região. Estatísticas oficiais indicam que, desde que a epidemia de SIDA ganhou proporções mundiais, cerca de 34 milhões de pessoas vivendo na África austral foram infectados com a doença. Destes, cerca de 11,5 milhões morreram, o que equivale a 83% das mortes relacionadas à SIDA em todo o mundo. Os países-membros do SADC são África do Sul, Angola, Botswana, Ilhas Seychelles, Leshoto, Mauritânia, Malawi, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, Tanzânia, Suazilândia, Zâmbia e Zimbabwe.

© Agence France-Presse. Direitos Reservados.

Portuguese News Network

©2000 Portuguese News Network, All rights reserved.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: