Publicidade

Notícias de saúde

Alimentos gordurosos ainda são tentadores

29 de Maio de 2002 (Bibliomed). Entre os americanos, os alimentos gordurosos ainda continuam fazendo parte da dieta diária, apesar de todas as recomendações em contrário. E é provável que o mesmo esteja ocorrendo aqui no Brasil, já que vários comportamentos dietéticos como os observados são comuns também em nossa mesa.

Esta conclusão provém de um estudo feito pelo Dr. Oral Capps Jr. do Texas A&M University em College Station e colaboradores. Neste estudo, os pesquisadores observaram que, apesar da maioria dos americanos haver adotado as práticas dietéticas saudáveis recomendadas por vários profissionais de saúde, um terço dos adultos continua bebendo leite integral ao invés de leite desnatado e mais de 80% deles continua comendo manteiga ou outro tipo de gordura no pão e nas batatas.

Este estudo foi feito baseado em entrevista de 5.649 indivíduos com idade de 20 anos ou mais. Em geral a porcentagem dos adultos que disseram estar realmente seguindo as recomendações dietéticas para dietas de baixas gorduras variou de 8% a 70%, de acordo com o parâmetro analisado.

Por exemplo, aproximadamente 45% dos adultos entrevistados relataram estar aparando as gorduras das carnes, removendo a pele das aves e comendo batatas fritas apenas raramente. Por outro lado, menos de 20% dos entrevistados disseram estar comendo batatas assadas ou cozidas sem manteiga, margarina ou creme de leite, disseram estar comendo pão sem manteiga ou margarina, e disseram sempre selecionar queijos pobres em gordura ou comerem frutas na sobremesa.

Além disto, apenas 35% dos indivíduos disseram estar ingerindo leite desnatado, e cerca de um terço dos entrevistados disse nunca haver utilizado tipos de leite pobres em gorduras.

As mulheres entrevistadas foram mais propensas a evitar leite integral, manteiga e pele de aves e a preferir carnes mais leves, sobremesas lácteas e saladas do que as alternativas mais ricas em gorduras. Esta diferença entre homens e mulheres provavelmente se deve à maior preocupação com o ganho de peso observado entre mulheres, segundo os padrões estéticos da sociedade ocidental.

Segundo os pesquisadores, as pessoas estão tentando adotar uma dieta mais saudável, e já estão se mobilizando em prol disto. Porém, ainda faltam algumas etapas, e a próxima etapa seria a substituição do leite integral por derivados desnatados e a adoção de queijos com baixo teor de gordura, além do abandono do uso da manteiga e margarina na dieta diária. Estas medidas garantiriam uma redução ainda maior da ingestão de gorduras, principalmente de origem animal, tornando mais saudável a dieta dos adultos.

É provável que estas tendências também sejam observadas em nossa cultura, e as pessoas devem estar atentas para a gordura que acabam por ingerir através destes alimentos. Pensar que apenas aquela picanha gorda deve ser evitada, mas ao mesmo tempo comer pão com grande quantidade de manteiga ou margarina, acompanhado de um copo de leite integral, na verdade pouco adianta. É importante que as pessoas estejam se sensibilizando com as recomendações dietéticas e estejam tentando levar uma vida mais saudável, mas é inocência achar que está sendo suficiente: muito mais resta para ser feito, e todos nós temos que estar atentos a estas mudanças difíceis, mas necessárias em nome da boa saúde.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: