Publicidade

Notícias de saúde

Vacina Contra Câncer de Pele é Vendida na Austrália

CHICAGO (Reuters) - A AVAX Technologies disse que está vendendo vacinas contra câncer de pele personalizadas na Austrália para pessoas cujo melanoma já se espalhou para outras partes do corpo.

O melanoma é a forma mais grave do câncer de pele, atingindo cerca de 400.000 pessoas em todo o mundo. Ele pode se metastizar facilmente para a linfa e os vasos sanguíneos. Uma vez que se espalha, o melanoma é difícil de ser curado.

A nova vacina, que não é uma medida preventiva mas um tratamento, é feita a partir das próprias células do tumor do paciente. E tem como objetivo estimular o sistema imunológico a lutar contra as células cancerígenas.

"Este é um marco importante não só para a AVAX, mas para os pacientes de câncer, os médicos que os tratam e os pesquisadores em câncer em todo o mundo", disse Jeffrey Jonas, presidente da AVAX Technologies.

A vacina, chamada de M-Vax, está sendo vendida pela AVAX Australia, uma sociedade entre a AVAX Technologies e a Australian Vaccine Technologies.

A empresa pretende fornecer a vacina a pessoas em países europeus. Nos Estados Unidos, diversos testes exigidos pela Food and Drug Administration, a agência que regula drogas e alimentos, estão em desenvolvimento.

"Nossa preocupação sempre foi desenvolver uma vacina contra o câncer com potencial terapêutico que fosse essencialmente não tóxica. A M-Vax é uma opção de tratamento valiosa para pessoas da Austrália com melanoma metastático para os linfonodos, pacientes que normalmente possuem poucas opções de tratamento", disse Jonas.

Ele acrescentou que, em testes clínicos com centenas de pacientes norte-americanos em estágio 3 de melanoma tratados com a vacina, a M-Vax esteve associada a mais de 50 a 55 por cento de sobrevivência sem efeitos colaterais graves.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: