Publicidade

Notícias de saúde

Pesquisadores israelenses tentam desenvolver uma droga para diabéticos

Belo Horizonte, 13 de Dezembro de 2001 (Bibliomed). Cientistas israelenses da empresa farmacêutica Peptor estão analisando as propriedades de uma substância que parece promissora ao impedir o desenvolvimento do diabetes tipo 1.

O medicamento que está sendo chamado pelos pesquisadores de DiaPep277 parece impedir que o organismo dos pacientes destrua as células do pâncreas produtoras de insulina, evitando a necessidade de reposição desse hormônio. Dados preliminares de um teste realizado pelo laboratório foram publicados na revista médica britânica The Lancet.

Pesquisadores da Universidade Hadassah de Jerusalém e do Instituto Weizmann conduziram um dos primeiros ensaios clínicos, que testou a droga em 15 pessoas com a doença recém-diagnosticada. Outro grupo formado por 16 pessoas, que também haviam desenvolvido o diabetes recentemente, recebeu placebo, cápsula sem a substância. O teste demonstrou que o grupo que recebeu a droga conseguiu deter o ataque do sistema imunológico às células do pâncreas produtoras de insulina. Os outros pacientes passaram a depender de injeções com hormônio.

O diabetes faz com que o paciente apresente sede e fome com mais freqüência.

O tipo 1 da doença acomete pessoas ainda na infância e adolescência e o tipo 2, geralmente aparece na idade adulta. O diabetes tipo 1 é tratado com injeções diárias de insulina.

A empresa farmacêutica Peptor deve testar também um medicamento para diabetes do tipo auto-imune, que aparece após os 40 anos. Estima-se que cerca de 150 milhões de pessoas convivam com a doença no mundo.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: