Publicidade

Notícias de saúde

Epidemia de cólera atinge a Nigéria

Belo Horizonte, 28 de Novembro de 2001 (Bibliomed). Uma epidemia de cólera, que atingiu a região Norte da Nigéria, na África, matou mais de 500 pessoas, incluindo 200 crianças. Outras 400 crianças e 200 adultos foram internados, nos últimos 20 dias, nos hospitais das cidades de Kano e Hafiya Bayero.

As autoridades do país ainda não conseguiram dimensionar a tragédia e tentam adotar medidas de controle da doença. A cólera é uma enfermidade aguda ocasionada por infecção bacteriana pelo vibrião colérico. É caracterizada pela ocorrência de diarréia aquosa abundante e constante, que pode levar o paciente ao choque por desidratação.

A transmissão ocorre, principalmente, através da ingestão de água contaminada pelas fezes e/ou vômitos de doente ou portador. Os alimentos e utensílios também podem ser contaminados pela água. A propagação da doença de pessoa a pessoa, por contato direto, é uma via de transmissão menos importante, com alguns relatos na África.

O coeficiente de letalidade em casos graves de cólera pode atingir 50% quando não há tratamento adequado. Porém, quando este é instituído correta e precocemente, esse número cai para menos de 2%.No Brasil, a cólera teve pico epidêmico em 1993, com 60.340 casos.

As ações promovidas através do sistema de saúde conseguiram reduzir esses valores em mais de 13 vezes (92%), apesar da insatisfatória condição sanitária em que vive parte da população, que cria um ambiente favorável para a disseminação e persistência dessa doença.

A cólera atualmente manifesta-se, no Brasil, sob a forma de surtos, principalmente nas pequenas localidades do Nordeste, onde há dificuldade de acesso à água tratada e deficiência de rede de esgoto. Ocorreu um surto no porto de Paranaguá, em 1999, provavelmente ocasionado por caminhoneiros originários do Nordeste, que foi controlado em poucas semanas.

No ano de 2000, a cólera apresentou uma redução importante, tanto no número de casos, como na área geográfica em que se manifesta. Foram registrados apenas 753 casos, atingindo principalmente dois estados da região Nordeste – Pernambuco e Alagoas – o que determinou uma redução significativa em relação a 1999, na ordem de 83,7% dos casos.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: