Publicidade

Notícias de saúde

Medicamentos podem ter até 75% de desconto

Belo Horizonte, 24 de Outubro de 2001 (Bibliomed). Preocupado em resolver o impasse entre os fabricantes de medicamentos e o Ministério da Saúde, o Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal (CRF-DF) anunciou na semana passada o lançamento de um projeto que prevê a redução em até 75% dos preços dos remédios que fazem parte da Relação Nacional de Medicamentos, a Rename.

A notícia é boa para os consumidores de remédios em todo o País pois, segundo o presidente do CRF-DF, Antônio Barbosa, a redução beneficiaria cerca de cinco milhões de pessoas, que poderiam comprar por preços mais acessíveis os 306 produtos da Rename, que possui medicamentos para o tratamento de cerca de 90% das doenças existentes no Brasil.

Barbosa explica que as negociações com o Conselho e com o Sindicato das Indústrias Farmacêuticas de São Paulo (Sindusfarma) já estão acontecendo desde o início do mês de outubro. Além dos remédios baratos, o CRF-DF propõe que as fábricas se comprometam a colocar esses medicamentos à disposição em todas as farmácias, já que são as indústrias que controlam a distribuição dos produtos.

De acordo com Barbosa, a proposta está sendo analisada pelos fabricantes, que em troca da redução no preço desses remédios poderiam reajustar os preços de outros medicamentos.

Hipertensos, diabéticos e doentes de úlcera, assim como todas as pessoas que tomam medicamentos de uso contínuo serão os maiores beneficiados se as medidas passarem a vigorar.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: