Publicidade

Notícias de saúde

Tuberculose ainda ameaça populações de todo o mundo

Belo Horizonte, 27 de Julho de 2001 (eHealthLA). Nada menos que 35 milhões de pessoas poderão morrer nas próximas duas décadas, vítimas da tuberculose. Com a bactéria cada dia mais forte, engana-se quem pensava que o mal era coisa do passado.

Ao contrário, a tuberculose ataca cerca de 19 mil brasileiros todos os anos, dos quais seis mil morrem.

O agente do mal é uma bactéria chamada Microbacterium tuberculosis, ou bacilo de Koch. A bactéria é transmitida pelo ar e encontra um meio propício para se disseminar em aglomerações de pessoas e lugares pouco ventilados.

Na maioria dos casos, o sistema imunológico extermina o inimigo. Entretanto, entre 5% a 10% dos infectados desenvolvem os sintomas, que vão de muita tosse à dificuldade de respirar.

O tratamento pode se prolongar por longos meses, o que faz com que muitos pacientes o abandonem. Quando isso acontece, apenas as bactérias mais fracas são eliminadas. As resistentes sobrevivem e fica mais difícil elimina-las depois.

Além do aumento da resistência das bactérias provocado pelos sucessivos abandonos no tratamento, existem outros fatores que explicam o crescimento da doença. Nas últimas duas décadas, muitos países que estavam mantendo a tuberculose em níveis baixos, notificaram um número crescente de enfermos.

O avanço da Aids, a má alimentação e as péssimas condições de vida das populações mais pobres deixam o corpo à mercê desses bacilos. Daí o fato do maior número de casos se concentrar nos países subdesenvolvidos.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: