Publicidade

Notícias de saúde

Vinho faz bem ao coração e pode prevenir o câncer

Belo Horizonte, 16 de Julho de 2001 (eHealthLA). As propriedades medicinais do vinho são reconhecidas por médicos, especialmente os cardiologistas.

Segundo pesquisas cientificamente comprovadas, se ingerido moderadamente, o álcool traz benefícios ao organismo humano, qualidade que cresce quando associado a uma fruta, no caso a uva, que além do efeito antioxidante, age beneficamente sobre as paredes das artérias.

O vinho é benéfico porque é responsável pela elevação das lipoproteínas de alta densidade (HDL) no sangue, o que em linguagem popular significa o bom colesterol, além de diminuir a agregação das plaquetas.

Associados os dois efeitos do produto, o resultado se torna benéfico para a proteção do aparelho cardiovascular, diminuindo o risco de infartos, além de prevenir a ação de tromboses, derrames e acidentes vasculares cerebrais.

Como as substâncias antioxidantes da uva permanecem na corrente sangüínea apenas por 24 horas, para que elas tenham efeito protetor é necessário consumir vinho diariamente, em doses moderadas.

No caso dos idosos, além de melhorar a qualidade de vida, o vinho também proporciona melhoria na digestão, no sono e de humor. Não bastassem as propriedades já ressaltadas, o vinho também está associado à longevidade.

Nos Estados Unidos, um time de pesquisadores descobriu o mecanismo que faz com que o vinho tinto seja eficiente na prevenção de tumores. Segundo os cientistas, o efeito é causado por uma substância chamada resveratrol. Ela é capaz de impedir que as células do corpo humano se tornem cancerígenas.

O resveratrol está presente também em outros alimentos, como o amendoim, mas o vinho parece conter as maiores quantidades. A pesquisa abre caminho para novas maneiras de tratar e prevenir o câncer.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: