Publicidade

Notícias de saúde

Vai viajar para o mato? Olho na febre amarela

São Paulo, 20 de Junho de 2001 (eHealthLA). A chegada do inverno pode minorar a situação de febre amarela no centro-oeste paulista, mas não na região Norte e outras localidades do país.

Por isso a Secretaria Estadual de Saúde recomenda vacinação, dez dias antes, para quem viajar a regiões de mata (como interior do estado, pantanal, Amazônia, etc) . A vacina é gratuita e o mapa de áreas de risco pode ser encontrado em qualquer posto de saúde do estado.

A febre amarela é uma doença infecciosa, provocada por vírus e é transmitida através de mosquitos. Nas regiões de mata é transmitida pelo mosquito haemagogus e nas cidades pelo aedes aegypti, o mesmo transmissor da dengue.

Pessoas que não recebem vacinas e se contaminam, podem trazer a febre amarela para as cidades. E quando estas chegam e são picadas pelo mosquito aedes aegypti, o mosquito se infecta e irá transmitir a doença a outras pessoas.

Sintomas - A Febre Amarela tem os seguintes sintomas, observados de três a seis dias após o contágio:

· Febre alta, dor no corpo;
· Dor de cabeça, calafrios, desânimo;
· Náuseas e vômitos escuros.
· A pessoa começa a apresentar melhoras, mas logo o quadro se agrava com sangramentos, diminuição da quantidade de urina, coloração amarelada da pele e dos olhos e insuficiência renal.

Ao perceber estes sintomas, procure imediatamente um Posto de Saúde para confirmar o diagnóstico e notificar as autoridades sanitárias.

Como prevenir - Não há ocorrência de febre amarela em área urbana, mas se você for viajar, nessas férias, lembre-se: dez dias antes de viajar ao interior do estado, região do pantanal, Amazônia etc, vacine-se. Na dúvida sobre o lugar para onde vai, consulte antes o Posto de Saúde de sua cidade, não custa nada e pode preveni-lo (a) da doença.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: