Publicidade

Notícias de saúde

Intestino irritado poderá ter remédio breve

São Paulo, 08 de Junho de 2001 (eHealthLA). A chamada Síndrome do Intestino Irritável, com predomínio de constipação, agora tem remédio. Em setembro próximo chega ao Brasil o Tegaserode, medicamento apresentado durante o evento “Digestive Disease Week”, realizado em Atlanta, Estados Unidos, ocorrido entre os dias 20 e 24 de maio.

Esta nova droga estimula o receptor 4 de serotonina (substância responsável pelos movimentos intestinais), agindo, simultaneamente, nos principais sintomas da Síndrome do Intestino Irritável (SII): dor abdominal, alterações do hábito intestinal e flatulência. De acordo com o fabricante, o Tegaserode alivia a dor e as alterações abdominais e normaliza a função intestinal alterada.

Há estimativas de que 20% da população ocidental sofrem de Síndrome do Intestino Irritável, doença mais comum em mulheres na faixa etária de 20 a 40 anos.

“O Tegaserode abre a perspectiva de um novo tratamento para a SII, um tratamento eficaz no alivio simultâneo dos principais sintomas da doença, até então único”, comentou o dr. Eduardo Antônio André, diretor do Serviço de Gastroenterologia Clínica do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e professor da Faculdade de Medicina da UNISA, que esteve no evento e acompanhou a apresentação dos estudos sobre o novo medicamento.

O Tegaserode recebeu do FDA - Food and Drug Administration, a classificação de análise de prioridade - Priority Review, dada a produtos considerados potenciais em avanços terapêuticos quando comparados a produtos existentes.

A indicação se deu pelo fato do medicamento oferecer rápido e prolongado alívio dos múltiplos sintomas da SII, tornando-se uma inovação no tratamento da doença.

O que é Síndrome do Intestino Irritável

A Síndrome do Intestino Irritável é uma alteração gastrointestinal funcional, considerada comum. Está entre as causas mais comuns de falta ao trabalho nos Estados Unidos, respondendo por uma em cada quatro consultas a gastroenterologistas.

O que custa US$ 1 bilhão anualmente para o sistema de saúde americano. A doença é determinada por dor abdominal crônica, gases e sintomas associados a funções intestinais irregulares, como prisão de ventre e diarréia ou uma alternância dos dois.

Até hoje não se conhecia nenhum medicamento comprovadamente seguro e eficiente para o tratamento simultâneo dos sintomas da SII: dor abdominal, alterações do hábito intestinal e flatulência.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: