Publicidade

Notícias de saúde

Médicos discutirão rastreamento do glaucoma

São Paulo, 23 de Maio de 2001 (eHealthLA). O aumento da pressão nos olhos, se não tratado a tempo, comprime os nervos do globo ocular, causando dor e podendo levar à cegueira.

Mais que um desconforto, isto é uma doença: o temível glaucoma, que atinge cerca de 3% da população. O maior perigo é que se trata de uma “doença silenciosa”. Quando os primeiros sintomas do glaucoma aparecem, normalmente seu estágio já é avançado e o risco de se ficar cego é grande.

Considerando fundamental o diagnóstico precoce, a Associação Paulista de Medicina (APM) promoverá, no próximo dia 5, reunião científica denominada "Rastreamento de Doenças: Glaucoma"

A doença caracteriza-se por um distúrbio da pressão do líquido que preenche o globo ocular, aumentada além do que o olho pode tolerar. Quando isso ocorre, aumenta consideravelmente o risco de danos aos olhos, explica o Dr. Paul Carmichael, da Filadélfia (EUA) em sua cartilha “Glaucoma: Perguntas e Respostas”.

A pressão intra-ocular aumentada pode comprimir os vasos sangüíneos que nutrem as sensíveis estruturas visuais do fundo de olho e, com isso, ocorre falta de irrigação sangüínea, com o que as células nervosas da retina vão morrendo, provocando perda progressiva da visão e estreitamento do campo visual.

"A probabilidade de curar uma pessoa quando a doença é descoberta no início é grande”, diz a dra. Veruska Menegatti Hatanaka, médica perceptora da disciplina de Clínica Geral e Propedêutica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

A propósito, a médica estará no evento abordando a amplitude da saúde populacional e a relação custo-benefício do rastreamento do glaucoma em pessoas saudáveis.

Nesse encontro, gratuito aos interessados, estarão presentes ainda outros debatedores, como o prof. dr. Milton de Arruda Martins, titular de Clínica Geral da FMUSP, o prof. dr. José Eluf Neto, o dr. Mário Ferreira Junior, coordenador do Centro de Promoção de Saúde da Clínica Geral do Hospital de Clínicas, o prof. dr. Paulo Andrade Lotufo, diretor científico da APM e a dra. Isabela Benseñor, coordenadora do evento e médica assistente do HC.

Serviço:

Rastreamento de doenças: Glaucoma (30 lugares)
Data: 05 de junho de 2001 (terça-feira)
Horário: das 14 hs às 16h30
Local: Hospital de Clínicas de são Paulo - Prédio dos Ambulatórios
Rua Enéas de Carvalho, 155 – 8º andar – S. Paulo / SP
Informações: (11) 3188-4250 com Denilza

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: