Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Novo rótulo vai facilitar identificação dos genéricos

São Paulo, 6 de Abril de 2001 (eHealthLA). Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determina que dentro de seis meses as embalagens dos genéricos vão se diferenciar das de outros medicamentos também pela cor.

Os genéricos vão passar a ser identificados também por uma grande letra "G" azul impressa sobre uma tarja amarela, situada na parte inferior das embalagens do produto.

Segundo a gerente geral de medicamentos genéricos da Anvisa, Vera Valente, a medida foi adotada para facilitar a identificação dos genéricos, remédios que são vendidos pelo nome do princípio ativo, capazes de substituírem os demais similares a um preço de pelo menos 40% menor.

“Os diferenciais na embalagem foram escolhidos segundo critérios que levaram em consideração a escolha de um sinal gráfico de alta visibilidade e de um símbolo (letra G) que tornasse a identificação fácil”, explicou Vera.

A idéia foi criar uma terceira tarja que pudesse se destacar e que tivesse harmonia com as já existentes.

Os estudos chegaram à cor amarela, que é uma cor de alto impacto e de grande visibilidade, adotada, por exemplo, na sinalização de trânsito para chamar atenção.

Estímulo aos Genéricos

Esta é a terceira medida adotada pelo Ministério da Saúde para diminuir a distância entre o consumidor e os genéricos.

A primeira foi a obrigatoriedade da citação da frase "Medicamento Genérico - Lei nº 9.787/99" abaixo do nome do princípio ativo do medicamento para identificar o genérico.

Em novembro do ano passado, o Ministério da Saúde determinou que os similares de denominação genérica adotassem um nome de marca ou realizassem testes de bioequivalência para se tornar genéricos. O prazo para essa mudança se esgota em 23 de abril.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: