Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Medicamento amplia em até 24% sobrevida de pacientes com câncer de mama avançado

São Paulo, 19 de Março de 2001 (eHealthLA). A revista inglesa New England Journal of Medicine, veiculou na edição do último dia 15, uma pesquisa envolvendo 469 pacientes com câncer de mama.

Os resultados são do estudo clínico que comprova a capacidade do Herceptin® (Trastuzumab) em ampliar a sobrevida de pacientes com câncer de mama avançado.

Foi registrado um aumento de 24% na sobrevida das pacientes que receberam o medicamento, em comparação com as pacientes que se submeteram apenas à quimioterapia padrão.

Segundo a revista, o uso da substância para o tratamento do câncer de mama pode permitir que mulheres severamente afetadas tenham maior chance de viver melhor e durante mais tempo. "Poucos estudos sobre o câncer de mama metastático demonstraram uma vantagem de sobrevida desta magnitude", dizem os responsáveis pela pesquisa.

"O Herceptin® (Trastuzumab) tem se mostrado eficaz não só no tratamento do câncer de mama, mas de outros tumores, como os de bexiga, ossos e próstata, por exemplo", afirma o médico Antônio Buzzaid, diretor do Centro de Oncologia do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Resumo dos Resultados

As 469 pacientes recrutadas neste estudo entre junho de 1995 e março de 1997, foram uniformemente distribuídas entre dois grupos, um para receber o tratamento com Herceptin® (Trastuzumab) mais quimioterapia e outro para receber somente quimioterapia.

A adição do medicamento à quimioterapia prolongou significativamente o tempo médio para a progressão da doença em comparação com a quimioterapia isolada, propiciou maior duração média da resposta e maior sobrevida geral comparada com o tratamento feito apenas com a quimioterapia.

No geral, o medicamento foi bem tolerado e os eventos adversos foram, na maioria, de severidade leve a moderada.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: