Publicidade

Notícias de saúde

Muitos Pacientes com Câncer Usam Medicamentos Alternativos

Por Merrit McKinney

NEW YORK, (Reuters Health) – A maioria das pessoas que se submetem a tratamento para câncer também usam algum tipo de medicina alternativa ou complementar, como vitaminas, homeopatia e meditação, mas muitas não falam a respeito disto com seus médicos. Os resultados deste estudo levantam algumas questões importantes, uma vez que algumas vitaminas e ervas podem causar interações danosas com os medicamentos para câncer, sendo então importante que pacientes e médicos discutam abertamente o uso de medicina alternativa ou complementar.

“Quer nós falemos ou não sobre estas abordagens médicas, sejam alternativas, não convencionais ou complementares, ou medicamentos naturais de ervas, o interesse neles veio para ficar”, declara a Dra. Mary Ann Richardson e equipe, que era da the University of Texas-Houston School of Public Health na época do estudo.

Os médicos precisam “melhorar a comunicação e derrubar o conceito da ‘estratégia de não perguntar e não falar’, disse a Dra. Richardson, que está agora no National Center for Complementary and Alternative Medicine em Bethseda, Maryland, à Reuters Health. Cerca de 75% dos pacientes na pesquisa procuravam maiores informações sobre medicina alternativa e complementar, e cerca de metade destes gostaria de obter mais informações de seus médicos.

Ela também observou que é importante registrar o uso destes tratamentos alternativos e complementares, particularmente vitaminas e altas doses de antioxidantes, uma vez que estes podem interferir no tratamento clínico.

A Dra. Richardson e seus colaboradores pesquisaram o uso de medicina não convencional em 453 pessoas que estavam se submetendo a tratamento ambulatorial para câncer em uma das oito clínicas do University of Texas M.D. Anderson Cancer Center, em Houston. Mais de 99% dos pacientes já haviam ouvido falar de tratamentos complementares e alternativos, e cerca de 83% tentaram pelo menos uma abordagem, relatam os pesquisadores no Journal of Clinical Oncology. As alternativas usadas mais freqüentemente incluíram práticas espirituais como rezar, vitaminas e ervas.

Mesmo quando os pesquisadores excluíram da pesquisa as práticas espirituais, psicoterapia e grupos de apoio, mais de dois terços relataram o uso de pelo menos um tratamento não convencional. Destes pacientes, 38% haviam usado chá de plantas, enquanto cerca de 60% usaram vitaminas, incluindo melatonina e cartilagem de tubarão.

Mulheres, pacientes mais jovens, que se submeteram à cirurgia para câncer ou que eram mais pobres tinham maior probabilidade de usar tratamentos alternativos. As pessoas apresentavam uma ampla gama de motivos para a escolha de tratamentos não convencionais, incluindo desejo de melhorar a qualidade de vida, fortalecer o sistema imunológico e prolongar a vida. Uma proporção substancial de pessoas tinha mais esperança nos tratamentos alternativos, com quase 38% relatando que esperavam se curar de sua doença.

Muitos médicos permanecem no escuro a respeito do uso de tratamentos complementares e alternativos por seus pacientes. Cerca de 60% dos participantes disseram que nunca discutiram a questão destes tratamentos com um médico. Mas quando os pesquisadores perguntaram a respeito de tratamentos alternativos específicos, cerca de 38% dos pacientes disseram que não falaram com um médico a respeito.

O estudo não parece ter sido um caso isolado, uma vez que um outro estudo publicado na mesma revista também indica que muitos pacientes com câncer usam tratamentos alternativos e complementares sem informar a seu médico. No estudo, que incluiu 411 pacientes que sobreviveram ao câncer de mama que moravam em Ontário, Canadá, cerca de dois terços disseram que usaram algum tipo de tratamento não convencional, mas apenas a metade delas falou a respeito com seus médicos.

Fonte: Journal of Clinical Oncology 2000;18:2505-2521.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: