Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Cientistas Identificam Gene que Causa 40% dos Casos de Asma

São Paulo, 23 de Fevereiro de 2001(eHealthLA). Um único gene pode explicar cerca de 40 por cento de todos os casos de asma, e deve não só se tornar um alvo para novas drogas como permitir a criação de um novo exame, segundo pesquisadores. A equipe de cientistas da Universidade de Southhampton, na Grã-Bretanha, o laboratório Schering-Plough e a empresa Genome Therapeutics afirmaram que o gene nunca foi descrito antes, e pode ser usado para desenvolver drogas e também um exame de triagem poderoso em crianças.

As empresas estão providenciando a patente do gene e os cientistas pretendem publicar suas descobertas em uma importante publicação científica. A equipe realizou exames em 342 famílias na Inglaterra com pelo menos duas crianças com asma. As empresas testaram as descobertas em 110 famílias norte-americanas com asma e tiveram resultados similares.

A asma é uma doença freqüente, que atinge de 5 a 10% da população mundial. No Brasil, ocorrem aproximadamente 2.000 mortes por ano devidas à asma. Um levantamento recente mostrou que em 1998 morreram 544 pessoas só em São Paulo. No Rio de Janeiro foram 241 e em Minas Gerais 297. "Muitos pacientes não tratam a asma da forma certa, eles só vão ao médico quando têm crises", lamenta a médica Ana Paula Castro, da Sociedade Brasileira de Alergia. É essa displicência que leva à morte, já que o problema pode evoluir para a insuficiência respiratória.

Hereditário

Com nas outras doenças alérgicas, há fatores hereditários predisponentes, sendo comum achar vários familiares com problemas respiratórios semelhantes ou ainda, rinite alérgica, dermatite atópica e reações alérgicas a medicamentos. A doença, que afeta principalmente as crianças, caracteriza-se por: falta de ar, chiados, tosse e sensação de "aperto no peito". Às vezes, a pessoa que sofre da doença pode apresentar somente tosse.

Tratamento

A asma é uma doença que, embora sem cura, pode ser controlada. Existe, basicamente, dois tipos de medicamentos que são usados no tratamento da asma: os preventivos ou anti-inflamatórios e os aliviadores ou broncodilatadores. Os preventivos ou anti-inflamatórios são os que tratam a causa da asma: a inflamação dos brônquios. Os aliviadores ou broncodilatadores são aqueles que tratam a conseqüência da asma: o estreitamento dos brônquios, agindo nos músculos desses brônquios e provocando o relaxamentos deles.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: