Publicidade

Notícias de saúde

Remédio Contra a Osteoporose Reduz Risco de Câncer na Mama

Por Maggie Fox

WASHINGTON (Reuters)
- Um remédio contra a osteoporose que está passando por testes para o combate ao câncer da mama reduz o risco da doença em mulheres idosas em mais de 70 por cento, disseram pesquisadores na terça-feira.

A droga, raloxifeno, vendida pela Lilly and Co. com o nome de Evista, é aprovada para o tratamento da osteoporose, mas não como preventiva do câncer da mama. O remédio é comercializado no Brasil. Atualmente, o Tamoxifeno, da AstraZeneca, é o único remédio aprovado nos EUA com preventivo do câncer da mama.

Os pesquisadores da Lilly na Universidade de Pittsburgh disseram que experiências durante quatro anos mostram que o Evista pode prevenir o câncer da mama e ajudar no tratamento da osteoporose.

Ele usaram o Evista e alternativamente um placebo em mais de 7.700 mulheres com cerca de 66 anos de idade.

"A experiência mostrou que o raloxifeno reduz o risco de câncer de mama invasivo em 72 por cento em mulheres que tomam o medicamento diariamente durante anos", disse em nota Jane Cauley, professora adjunta de epidemiologia que chefiou o estudo.

"Especificamente, o raloxifeno reduziu o risco de um câncer da mama invasivo receptor de estrogênio em 84 por cento. Essa descoberta indica que o raloxifeno é muito eficaz em deter o desenvolvimento de tumores entre mulheres mais velhas."

O raloxifeno é um modulador seletivo dos receptores de estrogênio (SERM), um tipo de medicamento que age como o estrogênio sem os efeitos colaterais causadores do câncer.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: