Publicidade

Notícias de saúde

Genéricos Forçam Preços de Medicamentos

O consumidor já pode sentir os efeitos da pressão dos genéricos e da CPI dos Medicamentos através da baixa de preços de alguns remédios. O comportamento é inédito deste o início do Plano Real e 22 dos laboratórios já reduziram os seus preços, em índices que variam de 0,6 a 60%. A redução maior aconteceu com o analgésico dipirona de 10 ml produzido pela Cimed que baixou de R$ 3,57 em janeiro para R$ 1,42 este mês.

Segundo a pesquisa feita pelo Conselho Regional de Farmácias do Distrito Federal, em torno de 9 medicamentos (com cem apresentações) tiveram preços reduzidos desde janeiro desde ano. A lista inclui os produtos de grande saída, como o antiulceroso cimetidina, da Qif, cujo preço está agora em R$ 5,50, o hipertensivo propanolol da Cibran, que foi reduzido de R$ 3,28 para R$ 2,85, como o ranitidina (Prodotti) que passou de R$ 23,60 para R$ 17,80.

A Secretaria de Acompanhamento Econômico explicou que ainda existem laboratórios que estão reajustando os seus preços, mas alertou os consumidores para tentarem encontrar os substitutos mais baratos. De começo do ano, temos observado que já existe uma redução e que os laboratórios que tentam subir os preços já estão começando a perder mercado. No total quase 59 medicamentos já tiveram queda nos seus preços.

Copyright © 2000 BoaSaúde

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: