Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Hospital Oferece Tratamento Gratuito para Obesidade Infantil

São Paulo, 8 de Fevereiro de 2001(eHealthLA). O Hospital das Clínicas de São Paulo está oferecendo tratamento gratuito para crianças com problema de obesidade. Uma equipe de especialistas da Liga de Obesidade Infantil (endocrinologia, reumatologia, nutrição e educação física) acompanhará 40 crianças por semestre.

A obesidade é o problema de nutrição mais comum entre crianças dos países industrializados e já se tornou uma questão de saúde pública. Nos Estados Unidos, cerca de 20% das crianças chegam à adolescência com peso superior ao adequado.

No Brasil não há dados precisos, mas pesquisas realizadas em escolas paulistas apontam que o quadro não é diferente. “E o problema não atinge só as classes média e alta”, explica Ary Lopes Cardoso, do Grupo de Nutrição do Instituto da Criança, do HC.

Segundo Sandra Mara Villares, endocrinologia do Hospital e coordenadora do trabalho, o objetivo do serviço é orientar e incentivar hábitos saudáveis sem o auxílio de remédios. Podem procurar o HC crianças entre 7 e 14 anos que não estejam tomando nenhum tipo de medicação. Depois da avaliação, caso o paciente apresente algum outro problema de saúde, será encaminhado para atendimento no próprio hospital.

A especialista lidera paralelamente um estudo que investiga a relação entre a carga genética do indivíduo e outros fatores capazes de desencadear a doença, como o gasto de energia, a compulsão alimentar e a qualidade da dieta.

Pesquisa – Pouca Gordura para Crianças

Os especialistas em saúde continuam a debater a melhor forma de perder peso, e um novo estudo incentiva uma dieta com pouca gordura. Cientistas da Universidade de Verona, na Itália, divulgaram a pesquisa na edição de janeiro do Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.

Os resultados sugerem que limitar alimentos gordurosos na dieta das crianças pode ser fundamental para reduzir as taxas de obesidade infantil.

Conforme o trabalho, crianças queimaram menos calorias e armazenaram oito vezes mais gordura depois de uma refeição rica em gordura, comparada a uma refeição com menos gordura que continha o mesmo valor calórico e a mesma quantidade de proteínas.

O resultado da pesquisa mostrou que o armazenamento de gordura foi oito vezes mais alto depois de uma refeição com alta taxa de gordura que com baixas taxas. Segundo os autores isso significa que a composição da dieta deve ser levada em conta entre os vários fatores de risco que induzem à obesidade nas crianças.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: