Publicidade

Notícias de saúde

"Ecstasy Líquido" Causa Síndrome de Abstinência

08 de Fevereiro de 2001 (Bibliomed). Uma droga popular em festas e usada como suplemento para aumentar a massa muscular pode levar a sintomas de abstinência prolongados, capazes de causar a morte, afirmaram pesquisadores. A droga é a gama-hidroxibutirato (GHB), também chamada de "ecstasy líquido".

Uma revisão de registros médicos e de centros de intoxicação descobriu que oito pacientes que usaram GHB sentiram sintomas de abstinência uma a seis horas após a última dose. Os sintomas duraram mais de 15 dias e pelo menos um paciente morreu, de acordo com um estudo publicado na edição de fevereiro de Annals of Emergency Medicine.

Esses pacientes tinham entre 22 e 38 anos e a maioria praticava musculação. Eles estavam tomando a droga entre dois meses a três anos e todos consumiam tomando a droga a cada uma a três horas.

Os pacientes desenvolveram ansiedade, insônia, batimento cardíaco acelerado e pressão sanguínea alta quando paravam de tomar a droga.

"A síndrome de abstinência pode progredir para delírio grave com instabilidade (do sistema nervoso)", afirmaram Jo Ellen Dyer, da Universidade da Califórnia, São Francisco, e sua equipe. "O reconhecimento precoce desses sinais pode identificar esses pacientes que podem se beneficiar de desintoxicação médica", acrescentou Dyer.

A GHB foi usada pela primeira vez como um anestésico, mas recentemente se tornou uma droga popular em festas devido a seu efeito sobre o humor. Ela também é usada como um suplemento para formação da massa muscular e aumento do prazer sexual.

A droga é ilegal nos Estados Unidos e está disponível somente para uso experimental como um tratamento potencial de narcolepsia, mas pode ser comprada na Internet.

Drogas similares vendidas sem receituário médico como suplementos alimentares são convertidas em GHB no organismo.

Há mais de um ano, a Food and Drug Administration (FDA), agência norte-americana reguladora de drogas e alimentos, começou a alertar os consumidores dos perigos potenciais da GHB e outras substâncias químicas similares, gama butirolactona (GBL) e 1,4 butanodiol (BD).

Essas substâncias são conhecidas por suprimir o sistema nervoso central e causam vômitos, convulsões e coma, mas não foram associadas à síndrome de abstinência, de acordo com o estudo.

"A síndrome está presente, mas não era reconhecida. Esse artigo reconhece sua gravidade e documenta os efeitos que ocorrem", disse Dyer.

A pesquisadora acrescentou que argumentos de que o suplemento não é tóxico nem causa dependência levou pessoas a acreditar que a droga está livre de efeitos colaterais.

As pessoas que tomam GHB nos finais de semana, por exemplo, podem não desenvolver dependência. Mas normalmente os praticantes de musculação acabam tomando a droga dia e noite.

"Essa é a nova droga de abuso mais significativa nos Estados Unidos", disse Dyer, destacando que os adolescentes que não podem comprar bebidas alcóolicas ou pessoas idosas que têm problemas para dormir também estão ficando dependentes.

"Ela está disseminada entre todos os grupos socioeconômicos e de todas as faixas etárias por tudo", acrescentou Dyer.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: