Publicidade

Notícias de saúde

Seguradora Polemiza Debate Sobre Síndrome da Classe Econômica

07 de Fevereiro de 2001 (Bibliomed). O Club Direct, uma seguradora britânica, disse que vai pagar os custos processuais de passageiros que abriram ações contra as companhias aéreas por causa dos coágulos potencialmente fatais, conhecidos como "síndrome da classe econômica".

"Além da cobertura médica normal, estamos agora disponibilizando 25 mil libras esterlinas (36.660 dólares) para despesas processuais para pessoas que sofreram trombose venal profunda relacionada à viagem de avião", disse o diretor administrativo do Club Direct, Brent Escott, em nota divulgada na terça-feira.

A empresa disse que as novas apólices vão cobrir os custos processuais contra companhias aéreas que não fornecerem informações para a redução do risco de desenvolver a trombose venal profunda (TVP) em vôos.

O problema ocorre quando coágulos sanguíneos se formam durante longos períodos de imobilidade e podem ser fatais se atingirem o coração ou os pulmões.

As companhias aéreas dizem que o mal não está especificamente ligado às viagens de avião e pode ocorrer em camas de hospital, trens ou qualquer lugar em que as pessoas fiquem imobilizadas. Foram registradas várias mortes e muitos casos não-fatais recentemente na Inglaterra, na Austrália e no Japão.

O Club Direct disse que queria pressionar as companhias aéreas para que informem os passageiros sobre os riscos antes da decolagem.

Em janeiro, o governo britânico prometeu conduzir pesquisas urgentes sobre a trombose venal profunda e obrigar as companhias aéreas a realizar mudanças, se necessário.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: