Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Pesquisa Associa Gene à Longevidade ao Colesterol Bom

São Paulo, 16 de Janeiro(eHealthLA). Uma pesquisa americana associou um gene à longevidade e a altos níveis de HDL, o colesterol bom. O estudo sugeriu que pessoas centenárias conservam um nível de colesterol naturalmente saudável para o coração e passam isso aos filhos. Foram analisadas 27 pessoas, seus filhos e companheiros desses filhos.

A pesquisa mostrou que elas conservam um nível de colesterol naturalmente saudável para o coração durante toda a vida, mesmo que fumem, sejam sedentários e não façam nenhum tipo de dieta. Além disso, transmitem essa carga genética a seus descendentes. Em geral, altos níveis sanguíneos de colesterol bom são uma proteção contra doenças cardíacas.

Segundo os cientistas, da Faculdade de Medicina Albert Einstein, de Nova York, os centenários são portadores de uma mutação genética que mantém os níveis de HDL altos independentemente de dietas gordurosas, inatividade e fumo. Para os eles, se as pesquisas apontarem com precisão o gene que confere esses níveis benéficos de colesterol, será possível desenvolver uma droga capaz de reproduzir essa condição na população em geral.

Colesterol – Conhecendo o Inimigo

O colesterol é uma substância gordurosa, esbranquiçada e sem odor. Ele não pode ser visto nem percebido no sabor dos alimentos. Existem dois tipos principais de colesterol: o LDL (o mau colesterol) e o HDL (o bom colesterol). Em pequenas quantidades, o colesterol é necessário para algumas funções do organismo; em excesso, causa problemas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, os níveis ideais são: Colesterol Total abaixo de 200mg/dL de sangue. Bom Colesterol (HDL) acima de 35mg/dL de sangue. Mau Colesterol (LDL) abaixo de130mg/dL de sangue.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: