Publicidade

Notícias de saúde

Britânicos Vão Estudar se Leite Transmite Mal da Vaca Louca

16 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). A agência responsável pela regulamentação de alimentos na Grã-Bretanha (FSA) afirmou na segunda-feira que iria realizar testes para descobrir se a doença da vaca louca pode ser transmitida por meio do leite.

A investigação segue-se a temores de que podiam estar erradas pesquisas anteriores mostrando que a doença, conhecida como encefalopatia espongiforme bovina (BSE), não seria transmitida pela ingestão de leite.

Os cientistas acreditam que os seres humanos podem ser infectados pela nova variante da doença de Creutzfeld-Jakob (vCJD), uma forma mortal da BSE, por meio do consumo de produtos de um animal contaminado. Esse contágio, porém, ainda não foi comprovado clinicamente.

"Essa não é uma nova pesquisa, mas parte das pesquisas que vêm sendo feitas sobre a BSE", afirmou uma porta-voz da FSA. "Realizaremos outros testes."

O Laboratório Central de Veterinária, também um órgão do governo, irá realizar a pesquisa, que deve levar três anos para ser concluída.

Os cientistas devem estudar se os príons, as proteínas cerebrais mutantes que provocam a BSE, podem ser transmitidos por meio da ingestão do leite de uma vaca infectada.

Muitos dos animais que foram contaminados pela BSE na Grã-Bretanha eram vacas leiteiras.

O leite foi considerado seguro depois de cientistas terem injetado ou dado o produto para ratos. Nenhum deles foi contaminado.

Mas o cientista Malcolm Ferguson-Smith, um geneticista da Universidade Cambridge que participou das pesquisas com a BSE, afirmou que novos testes eram necessários porque os realizados com ratos estavam viciados.

Segundo o cientista, uma defesa natural da espécie de rato usada impediu que uma eventual contaminação ocorresse.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: