Publicidade

Notícias de saúde

Mandela Diz Que Menino Sul-Africano é Ícone de Luta Anti-Aids

11 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela cobriu de elogios o ativista engajado na luta contra a Aids de 11 anos, Nkosi Johnson, na quarta-feira, dizendo que o menino é um exemplo a ser seguido pelo mundo.

"Nkosi Johnson é um ícone da luta pela vida. Ele tocou o coração e inspirou milhões de pessoas dentro e fora do país", disse Mandela em uma declaração sobre Nkosi, que está inconsciente, na fase terminal da doença.

"O fato de que ele é uma criança tornou-o querido para todos com quem teve contato ou que o viram, incluindo eu mesmo. Conclamo meu país e nosso povo a lhe dar apoio moral nessa hora difícil em que ele luta pela vida."

Nkosi tornou-se um símbolo da luta contra a Aids na África do Sul, onde 4,2 milhões de pessoas -- um em cada dez habitantes -- estão vivendo com a doença.

Sua mensagem pelo sexo seguro e a favor dos medicamentos provocou uma comoção, principalmente pelo confronto com as idéias e ações do sucessor de Mandela, o presidente Thabo Mbeki, que questionou a ligação entre o HIV e a Aids.

"Vamos deixar que sua vida e seu exemplo nos inspirem para que sejamos fortes, resistentes e vigorosos em nossa luta contra essa infecção assustadora", disse Mandela.

"Que a alma de Nkosi seja salva. Desejo a ele paz e tranquilidade. Ele já ganhou o direito de receber toda a honra, dignidade e respeito. Nkosi foi um grande embaixador para nosso país e seu povo, particularmente para os milhões vivendo com o HIV. Não devemos nos desesperar e perder a esperança."

Nkosi foi criado por uma mãe adotiva depois que sua mãe natural, que era portadora do HIV, foi forçada a abandoná-lo quando ele tinha 2 anos. A comunidade em que ela vivia a rejeitou quando teve a doença diagnosticada.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: