Publicidade

Notícias de saúde

Guia Ajuda Consumidores a Evitar Interações de Medicamentos

29 de Dezembro de 2000 (Bibliomed). Quando foi a última vez que você leu a bula de medicamentos que vai usar para descobrir possíveis interações entre os remédios ou entre drogas e certos alimentos ?

"Os consumidores precisam estar atentos durante as férias para o fato de que interações podem ser causadas por medicamentos, certos problemas médicos preexistentes ou mesmo alimentos e bebidas em festas", segundo Robert G. Donovan, presidente do Conselho para a Saúde de Família(CFH, sigla para Council of Family Health).

O CFH colaborou com a Liga Nacional de Consumidores (NCL, sigla para National Consumers League), e a Food and Drug Administration (FDA), agência norte-americana para controle de drogas e alimentos, para produzir uma versão atualizada do guia gratuito do consumidor "Drug Interactions: What You Should Know" (interação de drogas: o que você deve saber).

Segundo a FDA, são emitidos quase 3 bilhões de prescrições anualmente. O aumento da disponibilidade de medicamentos vendidos sem receita médica e de suplementos dietéticos se somam ao risco de interações de drogas.

O guia descreve os tipos de interação de drogas que os consumidores precisam conhecer: as interações entre drogas, entre remédios e alimentos e entre drogas e certos problemas médicos. Também explica o que o paciente deveria perguntar aos médicos antes de tomar qualquer novo medicamento.

Mesmo os medicamentos ingeridos por algum tempo sem efeitos colaterais podem causar problemas, observou Janet Woodcock, diretora do Centro para Avaliação e Pesquisa em Drogas, da FDA.

"É possível haver uma interação com uma droga que já era usada se for acrescentado outro medicamento, suplemento dietético ou mesmo certos alimentos e bebidas", explicou a diretora.

A publicação enfatiza a importância da consciência dos consumidores, recomendando que as pessoas leiam os rótulos e as bulas dos medicamentos para procurar por avisos de alertas.

Os pacientes deveriam discutir possíveis interações com seus clínicos e ter certeza que os médicos sabem que os pacientes estão tomando outros remédios receitados ou comprados sem prescrição médica assim como suplementos dietéticos.

"É possível evitar a maioria das possíveis interações de drogas e das respostas adversas a medicamentos com um pouco de conhecimento e bom senso", avaliou Linda Golodner, presidente do NCL. A dirigente observou que os ingredientes de um medicamento podem mudar e por isso os pacientes deveriam ler a bula toda vez que usassem uma determinada droga.

Woodcock acrescentou que interações entre drogas vendidas sem receita também podem ocorrer. O guia para consumidores fornece um quadro de interações de drogas com vários produtos vendidos sem prescrição.

Os consumidores podem obter o guia online no site da CFH (http://www.cfhinfo.org) onde também podem obter cópias impressas grátis.

Copyright © 2000 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: