Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Novo Exame para Detectar Câncer de Cólon é Aprovado nos EUA

São Paulo, 21 de Dezembro de 2000(eHLA). A Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de drogas e alimentos dos EUA, aprova a utilização de um aparelho que tira imagens de raios-X tridimensionais para detectar câncer de cólon. A tecnologia de imagem, já usada na detecção de doenças cardíacas e câncer de pulmão, foi chamada de "colonoscopia virtual".

Segundo o proctologista Carlos Eugênio de Souza, muitas pessoas evitam realizar testes de detecção do câncer de cólon por constrangimento ou medo ou porque não querem fazer os exames mais invasivos. “A colonoscopia virtual pretende eliminar algumas das desvantagens dos exames atuais”, explica Souza. Durante o exame, os médicos bombeiam a maior quantidade de ar possível no cólon, dão medicamentos aos pacientes para prevenir espasmos musculares e realizam uma série de imagens de raio X que são combinadas para criar um modelo computadorizado do órgão.

O câncer de cólon é um dos mais freqüentes entre as doenças de origem gastrointestinal. Os sintomas mais comuns são a constipação ou diarréia de causa não específica, por mais de 3 semanas, principalmente se for um paciente acima de 40 anos de idade. Além desse sintoma, deve-se considerar o sangramento intestinal, qualquer que seja a quantidade do mesmo. “É um erro gravíssimo creditar-se pequenos sangramentos anais a hemorróidas, patologia simples e benigna”, alerta Souza. A dor intestinal e o emagrecimento também são sintomas importantes do câncer de colo.

Para a especialista, o mais importante, como em qualquer tipo de câncer, é o diagnóstico precoce que permite um tratamento mais efetivo e em muitos casos a cura do paciente. Daí a importância de se valorizar os sintomas precoces do câncer do colo para que se possa diagnosticá-lo mais cedo e ter-se maior chance de êxito no tratamento. “É importante salientar os exames preventivos que devem ser feitos anualmente por pessoas acima dos 40 anos de idade, principalmente se têm história familiar da doença”, conclui o proctologista.

Estimativas indicam que serão diagnosticados 130.000 novos casos de câncer colorretal este ano nos EUA e que cerca de 56.000 irão morrer da doença, que é a segunda causa de morte por câncer no país. De acordo com especialistas, o câncer de cólon pode ser tratado com sucesso em 90 por cento dos casos, uma vez que a doença é detectada e tratada nos estágios iniciais do câncer.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: