Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Funasa Alerta População para Manter Peste Bubônica Sob Controle

São Paulo, 19 de Dezembro de 2000(eHLA). A Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), órgão executivo do Ministério da Saúde, alerta a população para os perigos e para a prevenção da peste bubônica. “Infelizmente as formas conhecidas como peste bubônica e peste pneumônica ainda existem no nosso país, especialmente na região nordeste. Apesar de dispormos de tratamento com antibiótico, este só é eficaz quando o diagnóstico é feito precocemente”, explica João Batista Furtado Vieira, gerente técnico de Endemias Focais da Funasa. O diagnóstico precoce também é importante pelo caráter contagioso da forma pneumônica, que necessita isolamento respiratório do doente. Se tratado a tempo, este se recupera sem seqüelas.

A pulga dos ratos domésticos é a principal transmissora da peste bubônica e do tifo murino ao homem. Foi introduzida em todos os países do mundo com o rato preto e ratazana em navios mercantes. A peste bubônica, transmitida através da mordedura da pulga da ratazana - negra, foi responsável pela morte de vinte e cinco milhões de europeus entre os séculos XIV e XVII, quando era conhecida por peste negra.

O saneamento básico, a limpeza, higiene evitam a peste. "As condições de saneamento que existem hoje, e que não existiam na idade média, facilitam o controle da doença", explica Vieira. A peste no Brasil é campestre, os casos nos homens são raros. “Nos últimos 20 anos houve menos de 20 casos anuais. Mesmo assim agentes de saúde fazem visitas periódicas para ensinar as pessoas que moram próximas aos focos a identificarem precocemente a doença", completa Vieira. Segundo a Funasa, é importante que este combate continue sendo feito, para manter a doença sob controle.

Doenças Infecciosas e Parasitárias

As doenças infecciosas e parasitárias (DIP) são aquelas causadas por seres vivos ou seus produtos. Quando o ser vivo que causa a doença vive às custas de outro ser vivo que o abriga estes são chamados respectivamente de parasita e hospedeiro. A especialidade DIP, no Brasil, se originou da tradicional Medicina Tropical que trata das grandes doenças que assolam e assolaram o Brasil e o Mundo durante séculos (como a malária). Como herança da Medicina Tropical a especialidade inclui ainda os acidentes e doenças causadas por animais peçonhentos como ratos, cobras, aranhas e escorpiões.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: