Publicidade

Notícias de saúde

Antibióticos não são recomendados para infecções por E. coli em crianças

NEW YORK, (Reuters Health) – Antibióticos, quando dados a crianças com diarréia causada pela bactéria Escherichia coli, podem colocar a criança em um risco aumentado de desenvolver uma doença grave chamada síndrome hemolítico-urêmica, informam pesquisadores aos médicos, no The New England Journal of Medicine.

A síndrome hemolítico-urêmica, que ocorre com mais freqüência em crianças após uma infecção gastrointestinal, começa com vômitos e diarréia sangüinolenta e pode resultar em insuficiência renal.

Baseado neste novo estudo, os médicos devem evitar receitar antibióticos a crianças com infecções por E. coli, disse o Dr. Philip I. Tarr em entrevista à Reuters Health, coordenador do estudo. Se os pais observarem diarréia com sangue em seus filhos, eles devem procurar uma avaliação médica.

Perguntado a respeito do porquê os antibióticos podem causar a síndrome, o Dr. Tarr respondeu: “Nossa hipótese sendo verificada é que ele aumenta a liberação de toxinas, ou matando ou lesando a E. coli”.As toxinas são proteínas perigosas liberadas por vários tipos da bactéria E. coli.

O Dr. Tarr do Centro Médico Regional e Hospital Infantil de Seattle, Washington, e colaboradores examinaram 71 crianças com idade inferior a 10 anos que apresentavam diarréia causada por uma cepa de E. coli chamada 0157:H7 para avaliar o papel que o tratamento antimicrobiano poderia desempenhar no desenvolvimento da síndrome hemolítico-urêmica. Esta cepa de E. coli foi associada a casos fatais de intoxicação alimentar em crianças, freqüentemente por causa de carne de hambúrguer contaminada.

Dez das crianças desenvolveram síndrome hemolítico-urêmica, e metade destas haviam recebido antibióticos. Os pesquisadores descobriram que crianças tratadas com antibióticos tinham um risco aumentado de desenvolver a síndrome hemolítico-urêmica, mesmo após ajuste para outros fatores de risco. “O tratamento com antibióticos em crianças com infecções por E. coli aumenta o risco da síndrome hemolítico-urêmica” concluem o Dr. Tarr e co-autores.

FONTE: The New England Journal of Medicine June 29,2000.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: