Publicidade

Notícias de saúde

Depressão Materna Tem Reflexo Sobre Saúde Infantil

Por Keith Mulvihill

BOSTON (Reuters Health) - Mães deprimidas tendem mais a fumar perto dos filhos e são menos propensas a colocar as crianças em assentos especiais no carro ou dar vitaminas a elas, indicam os resultados de um estudo.

As conclusões reforçam a evidência de que a depressão pós-parto não deveria ser encarada meramente como um caso grave de tristeza, de acordo com pesquisa apresentada no encontro da American Public Health Association, em Boston.

"Muitos estudos têm mostrado que mães deprimidas podem afetar negativamente o desenvolvimento de seus filhos, incluindo a capacidade de ler e a habilidade motora", disse Jenn A. Leiferman, do Centro de População da Carolina na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill. "Queremos verificar se a depressão materna também afeta a saúde da criança", informou Leiferman.

"Nosso objetivo é tornar os clínicos mais atentos à depressão e tornar a avaliação da depressão materna uma prática-padrão nos consultórios médicos", disse Leiferman à Reuters Health.

O estudo analisou 7.303 mulheres nos Estados Unidos para depressão aos 18 meses depois do parto e novamente 18 meses após a primeira entrevista.

Entre as mulheres que estavam deprimidas nas duas entrevistas, cerca de um quarto fumava, não usava assentos especiais de carro nem dava vitaminas para as crianças. Entre as não deprimidas, cerca de 15 por cento fumava, não usava assento de carro nem dava vitaminas.

Entre as participantes do estudo, cerca de 38 por cento das mulheres negras estavam deprimidas comparadas a 21 por cento das mulheres brancas.

"Verificamos que as cronicamente deprimidas durante o desenvolvimento das crianças tiveram um efeito negativo sobre a saúde dos filhos", explicou Leiferman. "O que não podemos dizer a partir desses dados é que outros fatores -- como cultura, ambiente ou discriminação -- poderiam contribuir para essas diferenças", afirmou Leiferman, ressaltando que os médicos precisam perguntar a suas pacientes sobre seu estado de ânimo e levar seus sintomas a sério.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: