Publicidade

Notícias de saúde

Médicos Brasileiros Criam Prontuário Eletrônico

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os médicos brasileiros já dispõem de um software nacional para uso em consultório. O Prontuário Eletrônico Osller é um programa desenvolvido por profissionais da área de saúde no Rio, que possui um banco de dados sobre sintomas, nomes de remédios genéricos e princípios ativos.

O trabalho foi apresentado aos médicos durante o 2º. Congresso de Clínica Médica do Estado do Rio de Janeiro, realizado entre 19 e 21 de Outubro.

Conforme os criadores do programa, que já está na versão 2.20, o Prontuário Eletrônico é uma ferramenta eficiente para armazenar o histórico do paciente, além de oferecer um banco de dados com informações sobre nomes genéricos e apresentação de medicamentos, sinais e sintomas das doenças.

"O programa tem um caráter educativo pois os médicos aprendem os nomes dos princípios ativos e ampliam o conhecimentos sobre o quadro de sintomas", explica Maurício Hissa, clínico e membro da Câmara de Informática do Conselho Regional de Medicina (CRM) do Rio de Janeiro e integrante da equipe que desenvolveu o software.

O Prontuário Eletrônico Osller já é usado desde agosto de 1999 pelos 12 médicos do Serviço de Clínica Médica Abdon Hissa, da Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, onde o programa foi desenvolvido.

O serviço também está testando uma versão para ser aplicada em internações hospitalares. Além da ficha com os dados pessoais e de saúde dos pacientes, o programa oferece campos para histórico e consultas, medicamentos utilizados, pedido de exames e receituários. A maior parte dos campos pode ser preenchida com o mouse, dispensando a necessidade de digitação durante a consulta.

"O prontuário eletrônico evita o erro e o médico não perde tempo preenchendo fichas, tendo mais tempo para o principal que é examinar e ouvir o paciente", diz Hissa.

Segundo a equipe, o paciente é beneficiado com a aplicação dos avanços tecnológicos ao atendimento médico e com o aumento da clareza nos pedidos de exame e nas receitas que, em vez de serem manuscritas, passam a ser impressas. "Acabam-se os hieróglifos", resume Hissa.

O programa pode ser adquirido no site http://www.osller.com.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: