Publicidade

Notícias de saúde

Descoberta Pista sobre Risco de Pré-Eclâmpsia

NOVA YORK (Reuters Health) - A pré-eclâmpsia é talvez a condição mais assustadora associada à gestação. Cerca de 5 por cento das grávidas têm o problema, caracterizado pela pressão sanguínea elevada, proteína na urina e retenção anormal de líquido, e que é potencialmente fatal.

A única solução para a pré-eclâmpsia é a retirada imediata do feto, o que faz dela uma importante causa de partos prematuros. Agora, duas equipes de pesquisadores descobriram uma pista intrigante, que pode tanto identificar as mulheres com risco de ter pré-eclâmpsia como abrir caminho para um possível tratamento.

As conclusões das equipes foram apresentadas durante um encontro do Conselho para Pesquisa sobre Hipertensão, da American Heart Association, em Washington, DC.

Segundo o autor de um dos estudos, David Merrill, do Centro Médico da Universidade Batista de Wake Forest, em Winston-Salem (Carolina do Norte), o nível de um hormônio envolvido na regulação da pressão sanguínea pode fornecer uma pista para o mecanismo que desencadeia a pré-eclâmpsia subjacente.

Normalmente, os níveis do hormônio angiotensina (1-7) são altos nas grávidas. Mas, aparentemente, esse aumento não ocorre em mulheres com pré-eclâmpsia, preparando o caminho para a subida da pressão sanguínea a níveis perigosos.

Embora a pré-eclâmpsia raramente seja causa de morte entre mulheres, elas representa maior risco de derrame e problemas hepáticos.

No segundo estudo, a equipe de Gloria Valdes, da Escola de Medicina da Pontifícia Universidade Católica, em Santiago (Chile), monitorou os níveis do mesmo hormônio em mulheres saudáveis grávidas e não grávidas.

A equipe de Valdes observou que os níveis desse hormônio nas grávidas era "13 vezes mais altos que nas mulheres durante o período de ovulação", de acordo com declaração da American Heart Association.

Os dois grupos de pesquisadores enfatizaram que mais estudos são necessários para determinar se os níveis de angiotensina(1-7) podem ser usados para identificar mulheres com risco de pré-eclâmpsia e barrar a progressão do problema.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: