Publicidade

Notícias de saúde

Droga Para Esclerose Múltipla é Aprovada nos EUA

WASHINGTON (Reuters Health) - A Food and Drug Administration (FDA), agência norte-americana para controle de remédios e alimentos, aprovou o uso do Novantrone, droga usada contra o câncer, para tratar também os sintomas da esclerose múltipla progressiva (MS).

A esclerose múltipla afeta cerca de 350 mil pessoas nos Estados Unidos e metade delas desenvolve as formas progressivas da doença.

A MS é um distúrbio crônico do sistema nervoso central em que as células do sistema imunológico ataca a bainha protetora que envolve os neurônios. Os sintomas incluem entorpecimento dos membros, vertigem e paralisia parcial ou completa de braços e pernas.

O Novantrone (mitoxantrona), primeiro tratamento aprovado pela FDA para as formas avançadas da doença, está liberado para pacientes com a forma progressiva secundária da MS, informou a Immunex, fabricante da droga na sexta-feira.

O Novantrone foi aprovado para tratamento de câncer de próstata em estágio avançado e leucemia. A droga inibe a ação das células-T, células-B e macrófagos do sistema imunológico, que estão envolvidos na resposta auto-imune que causa a MS.

Dados de um estudo de 24 meses feito pela Immunex mostraram que o Novantrone diminuiu o avanço da doença em pacientes com formas progressivas da MS. Também reduziu o número de reincidências e novas lesões da esclerose múltipla.

Os efeitos colaterais mais comuns são náusea, queda de cabelo, infecção da bexiga, mudanças no ciclo menstrual, feridas na boca, diarréia, constipação e alterações no ritmo cardíaco.

A droga não é recomendada para pacientes cardíacos graves, doentes do fígado, pacientes com certos problemas no sangue ou para mulheres grávidas. As mulheres em idade fértil devem fazer um teste de gravidez antes de tomar cada dose do Novantrone.

Por causa dos riscos para o coração, os pacientes podem tomar apenas entre oito e 12 doses de Novantrone ao longo de dois a três anos, durante os quais devem ser submetidos a exames cardíacos regulares. Os médicos são aconselhados também a avaliar a função hepática dos pacientes e contagem de células sanguíneas a cada dose, por causa do maior risco de infecção.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: