Publicidade

Notícias de saúde

Uso de Cannabis sintética pode aumentar o risco de cardiomiopatia isquêmica

11 de julho de 2018 (Bibliomed). Um caso de uma doença cardíaca isquêmica grave na ausência de fatores de risco tradicionais e atribuído ao uso de canabinoides sintéticos é descrito em um artigo publicado no BMJ Case Reports.

Pesquisadores damericanos descrevem o caso de um homem afro-americano de 25 anos de idade que apresentou confusão de início agudo e fraqueza em seu lado direito com incontinência urinária e intestinal. Ele havia sido encontrado no chão do banheiro ao lado de uma substância suspeita; tinha ainda uma história de cerca de cinco episódios anteriores de confusão sem déficits neurológicos após a exposição a canabinóides sintéticos nos últimos seis meses.

Os autores observam que os resultados do hemograma e dos exames químicos séricos de rotina estavam dentro dos limites normais, incluindo um perfil lipídico normal. Um infarto isquêmico subagudo da artéria cerebral média esquerda (derrame cerebral) foi identificado com edema cerebral associado à tomografia computadorizada do crânio, o que levantava a suspeição de um AVC cardioembólico. O paciente foi diagnosticado com acidente vascular cerebral embólico agudo com cardiomiopatia isquêmica crônica, o que foi atribuído ao uso de canabinóides sintéticos.

Assim, existe uma necessidade de alta suspeição clínica que pode ajudar no reconhecimento precoce e melhorar a morbidade e mortalidade associadas a esses produtos químicos, segundo os autores.

Fonte: BMJ Case Reports 2018. DOI:10.1136/bcr-2018-224755.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: