Publicidade

Notícias de saúde

Uso materno de metformina durante a gravidez aumenta o risco de obesidade e excesso de peso nas crianças

13 de abril de 2018 (Bibliomed). Uso da metformina para tratamento do diabetes durante a gravidez está diretamente relacionado ao maior risco de obesidade e excesso de peso na criança, mostra estudo apresentado no Endocrine Society Annual Metting (ENDO 2018), que ocorreu de 17 a 20 de março de 2017 em Chicago, nos Estados Unidos.

Um número crescente de mulheres grávidas está tomando metformina para tratar diabetes gestacional ou uma condição de síndrome dos ovários policísticos (SOP). A SOP é uma causa comum de infertilidade e pode colocar as mulheres em risco de desenvolver diabetes e outros problemas metabólicos. A SOP afeta cerca de 7% a 10% das mulheres em idade fértil, de acordo com a Hormone Health Network.

O estudo envolveu 292 crianças que participaram de dois ensaios clínicos randomizados anteriores. Nos ensaios anteriores, as mulheres grávidas com SOP foram designadas para tomar metformina ou um placebo durante a gravidez. Os pesquisadores terminaram revisando o índice de massa corporal (IMC) e outras medições para 161 crianças nascidas após os dois estudos anteriores.

A diferença na média do z-score da estatura entre os grupos aos quatro anos de idade não foi significativa (IC95%): 0,07 (-0,22 a 0,36), p=0,651. Aos quatro anos de idade, o grupo com metformina apresentou maior escore z de peso que o grupo placebo; diferença nas médias 0,38 (0,07 a 0,69), p=0,017 e maior escore-z do IMC; diferença nas médias 0,45 (0,11 a 0,78), p=0,010. Havia mais crianças com sobrepeso/obesidade no grupo da metformina; 26 (32%) do que no grupo placebo; 14 (18%) aos quatro anos de idade; odds ratio (IC 95%): 2,17 (1,04 a 4,61), p=0,038. A diferença no escore z da circunferência cefálica média com um ano de idade foi: 0,27 (-0,04 a 0,58), p=0,093.

Os resultados mostraram que aos quatro anos de idade, as crianças cujas mães foram randomizadas para a metformina durante a gravidez tenderam a pesar mais do que as crianças cujas mães tomaram o placebo. Embora a metformina não parecesse afetar o peso ao nascer, a tendência tornou-se aparente quando as crianças atingiram seis meses de idade. Na idade de quatro anos, as crianças do grupo da metformina tinham maiores pontuações no IMC e maior probabilidade de atender aos critérios de obesidade ou excesso de peso do que as crianças do grupo placebo.

Fonte: Endocrine Society Annual Metting (ENDO 2018), 17 a 20 de março, Chicago - Estados Unidos.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: