Publicidade

Notícias de saúde

Desaparecimento de sopro cardíaco em crianças quando de pé pode descartar doença

15 de dezembro de 2017 (Bibliomed). Para crianças de dois anos ou mais, o desaparecimento de um sopro cardíaco em posição de pé é uma ferramenta confiável para excluir o sopro patológico, de acordo com um estudo publicado no Annals of Family Medicine.

Pesquisadores franceses realizaram um estudo prospectivo envolvendo 194 crianças de 2 a 18 anos que foram encaminhadas para cardiologistas pediátricos para avaliação de sopro cardíaco. As características do sopro cardíaco foram registradas enquanto as crianças estavam em decúbito dorsal e de pé, e o ecocardiograma foi realizado.

Verificou-se que 15% das crianças apresentavam um sopro cardíaco patológico, como verificado por um ecocardiograma anormal. Apenas duas das 100 crianças que tinham um sopro que estava presente enquanto estavam em decúbito dorsal, mas que desapareciam completamente quando de pé, apresentavam um sopro patológico, e apenas um deles precisava de mais uma avaliação adicional. O desaparecimento completo de um sopro cardíaco ao ficar de pé excluiu um sopro patológico com valor preditivo positivo de 98% e com especificidade e sensibilidade de 93% e 60%, respectivamente.

Assim, segundo os autores, o desaparecimento de um sopro cardíaco em pé é uma ferramenta clínica confiável para excluir os sopros cardíacos patológicos em crianças de dois anos ou mais.

Fonte: Ann Fam Med November/December 2017 vol. 15 no. 6 523-528

Copyright © 2017 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: