Publicidade

Notícias de saúde

Grupo Feminino Pede Ajuda na Luta Contra Aids na África

WASHINGTON (Reuters Health) - A comunidade global precisa se empenhar mais na luta contra a epidemia da Aids na África subsaariana, especialmente por causa das mulheres na região, afirmou o National Council of Negro Women (NCNW, sigla para Conselho Nacional de Mulheres Negras) em seu novo relatório.

"Mulheres da África subsaariana enfrentam enormes obstáculos e não temos escolha, a não ser dar assistência a elas", afirmou a presidenta do NCNW, Dorothy I. Height, em um comunicado. Uma das descobertas divulgadas pelo relatório, intitulado "Uma Tragédia Devastadora: Aids na África", é que cerca de 40 por cento das mães com HIV da África subsaariana passam o vírus para seus bebês no nascimento.

Além disso, meninas que não são infectadas com o HIV ao nascimento estão cinco vezes mais propensas a contrair o vírus na adolescência do que meninos.

"Se governos, corporações e organizações não-governamentais (ONGs) coordenarem forças, podemos começar a dirigir os diversos desafios de pessoas com HIV/Aids", afirmou o NCNW, destacando que "uma em cada cinco pessoas na África subsaariana é HIV positivo e mais da metade das pessoas infectadas é mulheres".

De acordo com a organização, com sede em Washington (DC) e com escritórios regionais na África, "os objetivos iniciais incluem perdão de dívidas -- com a garantia de que fundos serão usados em programas de saúde e educação, melhorias de infra-estrutura e liderança vigorosa de chefes políticos".

O NCNW afirmou que a falta de acesso a cuidado médico e medicamentos e a ignorância em relação à Aids entre mulheres africanas são os dois principais fatores que precisam ser vencidos para conter a disseminação da doença.

Além disso, uma atitude cultural prejudicial em relação a pacientes com Aids que pode levar a discriminação da comunidade faz com que mulheres africanas evitem realizar testes de HIV/Aids "e concordem em praticar sexo sem preservativo -- passando a doença à próxima geração".

"Um esforço cooperativo deve ter como foco a educação de africanos em relação à prevenção da Aids, capacitando as mulheres para exercer poder", afirmou o grupo.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: