Publicidade

Notícias de saúde

Duas doses da vacina contra o HPV seriam suficientes para prevenção

11 de janeiro de 2017 (Bibliomed). Duas doses da vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV), em vez de três, podem proteger efetivamente os adolescentes mais jovens contra o vírus, relata um estudo publicado no Journal of American Medical Association. O estudo foi um dos vários avaliados pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) no início deste ano, o que levou as diretrizes deste órgão a serem revistas recentemente.

A pesquisa incluiu 1.518 jovens, de 9 a 26 anos, que foram vacinados contra o HPV em 52 locais em 15 países. Os pesquisadores administraram duas doses de vacina contra HPV a adolescentes de 9 a 14 anos e três doses de vacina para adolescentes e mulheres jovens.

Os pesquisadores descobriram que as meninas e os meninos na faixa etária mais jovem conseguiram a mesma imunidade com duas doses de seis a 12 meses de intervalo, do mesmo modo que os adolescentes mais velhos e mulheres jovens atingiram em um regime de três doses ao longo de seis meses.

Assim, com um cronograma de vacinação simplificado e um custo mais baixo, pode-se supor que haveria uma maior cobertura e um melhor cumprimento das metas de prevenção, segundo os autores.

Fonte: JAMA. Published online November 21, 2016. doi:10.1001/jama.2016.17615

Copyright © 2017 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: