Publicidade

Notícias de saúde

Distúrbios de memória estão ligados a problemas do sono em idosos

27 de abril de 2015 (Bibliomed). Pessoas que roncam muito e com apneia do sono podem ser mais propensas a desenvolver problemas de memória e de pensamento em idades mais jovens do que seus pares que tenham um repouso mais tranquilo, indica um novo estudo. A apneia do sono e ronco pesado são comuns em idosos, afetando cerca de 53% dos homens e 26% das mulheres.

Segundo a pesquisa, publicada na revista Neurology, foram revistos os registros médicos de quase 2.500 pessoas, com idades entre 55 e 90 anos. Os pesquisadores classificaram as pessoas como em uma das três formas: livre de problemas de memória e de raciocínio, nos estágios iniciais de deficiência mental leve, ou com a doença de Alzheimer.

Os pesquisadores compararam pessoas não tratadas, portadoras de problemas respiratórios do sono, com aquelas sem problemas respiratórios do sono. Eles também compararam pessoas que tinham problemas respiratórios do sono não tratadas com aquelas que receberam o tratamento com CPAP durante o sono.

Verificou-se que as pessoas com perturbações do sono foram diagnosticadas com deficiência mental leve cerca de 10 anos ou mais precocemente do que aquelas que não tinham problemas de sono.

Na pesquisa, foi observado que aqueles que roncam muito e aquelas pessoas com apneia do sono desenvolveram deficiência mental leve quando estavam em torno de 77 anos de idade, enquanto que aquelas sem problemas respiratórios do sono não desenvolveram problemas mentais, até que estivessem em torno de 90 anos de idade.

A boa notícia do estudo é que o tratamento da apneia do sono, com pressão positiva por dispositivo nas vias aéreas (CPAP) pode retardar o declínio mental. O tratamento pode não curar a doença, mas pode retardar o aparecimento de problemas de memória.

Fonte: 15 de abril de 2015, Neurology online.

Copyright © 2015 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: