Publicidade

Notícias de saúde

Reduzindo o estresse em mães de autistas e portadores de outras disfunções

12 de setembro de 2014 (Bibliomed). Em comparação com outros pais, mães de crianças com transtorno do espectro do autismo ou outras deficiências de desenvolvimento neurológico experimentam mais estresse, doenças e problemas psiquiátricos. Embora o estresse dessas mães seja alto, as políticas públicas servem apenas para as crianças identificadas como portadoras de alguma deficiência, e não para os seus pais.

Um total de 243 mães de crianças com deficiência foi incluída em um novo estudo, que foi  publicado na revista Pediatrics; as mães foram analisadas em dois grupos: um baseado na prática da atenção plena ou um segundo, baseado em práticas de psicologia positiva. No início do estudo, 85% desta amostra tinha estresse significativamente elevado, 48% eram clinicamente deprimidas e 41% apresentavam distúrbios de ansiedade.

Ambos os tratamentos levaram a reduções significativas no estresse, depressão e ansiedade, assim como melhora do sono e satisfação com a vida, com grandes efeitos na depressão e ansiedade. Mães no grupo de atenção plena apresentaram mais melhorias em ansiedade, depressão, sono e bem-estar.

Estudos futuros são necessários para determinar como mentores e profissionais treinados podem manejar as necessidades de saúde mental não satisfeitas de mães de crianças com deficiências de desenvolvimento. Fazer isso melhora o bem-estar materno e promove a sua prestação de cuidados a longo prazo a crianças com distúrbios do desenvolvimento.

Fonte: PEDIATRICS Vol. 134 No. 2 August 1, 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: