Publicidade

Notícias de saúde

Desejo e excitação são uma coisa só?

10 de junho de 2014 (Bibliomed). Como homens e mulheres definem o desejo sexual e a excitação sexual, e como eles distinguem entre os dois? Este foi o tema de um novo estudo publicado recentemente.

Os autores da pesquisa realizaram 32 entrevistas semiestruturadas com indivíduos no Sudeste da Inglaterra, usando uma estratégia de amostragem proposital para maximizar a variação na experiência da função sexual em todo o grupo.

Os autores identificaram três critérios utilizados pelos participantes para definir e distinguir entre o desejo e a excitação: a sequência em que ocorreram; se a mente ou o corpo (ou ambos) estavam envolvidos; e até que ponto os sentimentos de desejo ou excitação foram responsivos (em resposta a pessoa ou estímulo) e motivacional ( orientado para um objetivo ).

A maioria dos participantes tentou distinguir entre o desejo e a excitação, quando solicitado , mas muitas vezes com dificuldade. Os participantes geralmente sentiam que o desejo  precedia a excitação; alguns sentiram que o desejo era "a mente" e excitação "o corpo" ; e muitos sentiram que tanto o desejo como a excitação foram responsivos e motivacionais. No entanto, os autores identificaram inúmeras vezes quando estas distinções foram revertidos ou as diferenças entre os termos foram confundidos.

Os resultados apoiam as recentes propostas para fundir as duas categorias de diagnóstico de transtorno de excitação sexual feminina e distúrbio de diminuição do desejo sexual em uma única categoria de diagnóstico.

Fonte: Journal of Sex & Marital Therapy, Vol 40, Issue 1, 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: